domingo, 31 de maio de 2015

PARQUE DA JUVENTUDE, ÁREA DE LAZER QUE ANTIGAMENTE SE LOCALIZAVA O MAIOR PRESÍDIO DA AMÉRICA LATINA

Placa com o nome do Parque da Juventude (FOTO: Eduardo Pires)

Antigos pavilhões 4 e 7 que hoje funciona a ETEC (FOTO: Eduardo Pires)
Um final de semana como jogar futebol, andar de skate e bicicleta, passear com a família ou simplesmente visitar a biblioteca, estou falando do Parque da Juventude localizado na zona norte de São Paulo, o parque é um complexo cultural, recreativo e esportivo, o local é dividido em três partes. A parte cultural onde fica a escola técnica ETEC, a escola se localiza nos dois prédios que eram antigos pavilhões 4 e 7, segundo o segurança Robson de 22 anos, lá hoje nos pavilhões ainda a celas e grades na época do Carandiru. “Hoje nos andares de cima, podem ver as grades, celas e corredores onde ficavam os presos, aqui no parque tem a muralha onde os guarda monitoravam os presidiários, hoje essa muralha pode ser visitada e subir até ela e ter uma visão de como era na época”, ainda na parte cultural tem a biblioteca que tem entrada gratuita todos os dias.
Equipamentos para as atividades físicas (FOTO: Eduardo Pires)

Já na parte recreativo tem o playground para as crianças e os aparelhos de atividades físicas para os adultos, nessa parte tem uma visão de um paredão e guaridas onde fica o presidio hospitalar que está em funcionamento.

Na 3° parte é o esportivo que tem quadras de tênis, basquete, futebol e duas pistas de skate onde é muito disputada pelos skatistas, o Marco Antônio Fraga de 48 anos, disse que o parque foi um presente para a população da zona norte. “Hoje estou passeando pelo parque e adorei, nunca tinha vindo para passear, já passei algumas vezes mas nunca parei, esse parque foi muito bom para o pessoal da zona norte e principalmente para a comunidade carente da Zaki Narchi, como a comunidade fica aqui do lado do parque, hoje as crianças e famílias tem uma área de lazer para poder desfrutar”

O Parque é uma das referências na área de lazer na cidade de São Paulo, mais antigamente a área foi a Casa de Detenção de São Paulo, conhecido como o Carandiru, era o maior presídio da América Latina e era formado por 9 pavilhões. No ano de 1992 teve o “Massacre do Carandiru” que resultou na morte de 111 detentos e dezenas de feridos no pavilhão 9.

Em 2002 teve a área totalmente desativado e parcialmente demolido, em 2007 no governo do Geraldo Alckmin o parque foi totalmente entregue com a terceira e última fase. O parque está localizado na Avenida Cruzeiro do Sul 2630 sentindo bairro, fica entre os bairros de Santana e Carandiru, e do lado do parque tem a estação Carandiru da linha-1-Azul do Metrô.


A antiga muralha onde guardas vigiava os detentos. Hoje é só uma área de lazer para os visitantes do parque  (FOTO: Eduardo Pires)