domingo, 5 de novembro de 2017

Shoppings são os pontos fortes da Avenida Paulista


A fachada do Shopping Pátio Paulista (FOTO: Eduardo Pires)

 Três shoppings foram visitados (Center 3, Cidade São Paulo e Pátio Paulista) e você vai ver os lados positivos deles para poder fazer as compras já visando o natal.

A Avenida Paulista tem cerca de 2,5 km de extensão. A beleza da avenida mostra o que é a cidade de São Paulo, com modernidade, tecnologia e diversidade cultural.

Para quem desembarca nas estações Consolação, Trianon Masp, Brigadeiro (todas pertencentes a linha 2-Verde do Metrô), depara-se com os arranha-céus espelhados e arquiteturas diferenciadas que dá um charme maior para o lugar. O local também é rico em variedades para aquisição de mercadorias e presentes. Os hippies estão espalhados pelas calçadas da Paulista, barracas de artigos artesanais enfeitam as grades do Parque Trianon e o vão livre do Museu de Artes de São Paulo (MASP). Mas a Avenida Paulista também concentra o maior número de shoppings na região, são diversos os centros comerciais espalhados pelos 2,5 km de via.

A página Notícias Independentes visitou os três principais shoppings da Paulista e vai revelar as principais características de cada um.

SHOPPING CENTER 3

Localizado no n° 2064 da Avenida Paulista, o Shopping Center 3 está entre os shoppings mais visitados de São Paulo. Perto do Metrô Consolação (Linha 2-Verde do Metrô), Banco Safra e em frente ao Conjunto Nacional, o centro comercial se destaca pela sua simplicidade em relação as lojas e um ambiente bastante agradável para curtir com os amigos e a família.

Nos finais de semana, o Center 3 dá lugar para o comércio de artigos artesanais, como venda de camisetas, xícaras, quadros e bijuterias. O lugar também aceita visitas de animais como cachorros e gatos. A praça de alimentação é ponto positivo do local. Com diversos tipos de opções como lanches, pizzas, comidas orientais e self-service, o público pode escolher à vontade o que comer. A quantidade de mesas e cadeiras deixa o visitante satisfeito para poder sentar e comer, não ficar desesperado para achar um lugar para fazer lanchar.

Os animais de estimação também são aceitos no local. É bastante natural você estar passeando pelo shopping e se deparar com um Golden Retriever com o seu dono.

O cinema fica no último piso, com boas programações e preços.

O ponto negativo do shopping é a falta das grandes lojas como Renner, C&A, Saraiva e Zara. O local disponibiliza de outras marcas importantes como O Boticário, Hering, CVC, Chilli Beans e Arezzo.

A entrada do Shopping Center 3 sendo decorada para o natal (FOTO: Eduardo Pires) 

A boa praça de alimentação do Center 3 (Foto: Eduardo Pires)


 SHOPPING CIDADE SÃO PAULO

O mais novo queridinho dos centros comerciais de São Paulo, o Shopping Cidade São Paulo é mais um lugar que pretende atender o público das classes A e B. Localizado no n° 1230 da Avenida Paulista, o local também é destaque pela sua beleza arquitetônica que deixa os olhos dos visitantes vislumbrados. Em anexo com o shopping, o Edifício Torre Matarazzo foi erguido para funcionar hoje o Banco do Brasil.

A belíssima entrada do Shopping Cidade São Paulo (Foto: Eduardo Pires)

Antes de existir o shopping no local, o terreno era pertencente à família Matarazzo, a casa da família italiana situava-se no local até o começo dessa década. O casarão foi totalmente abandonado em 1994, quando começaram a invasão de pessoas sem moradia no local. Em abril de 2015, o shopping foi inaugurado depois de anos de construção.

O charme e a sofisticação do shopping atraíram grandes marcas do Brasil para o local. Anacapri, Brooksfield, Cavalera, Diesel, Dudalina, John John, Kopenhagen, Le Lis Blanc, Loungerie, Monte Carlo, Osklen, Pandora, Swarovski, Victor Hugo e Vivara são algumas das lojas que o público vai ver.

A praça de alimentação está distribuída em dois pisos (penúltimo e último andares) e também é o ponto positivo do lugar. Grandes redes de fast-food, restaurantes e pizzarias fazem os visitantes ter uma escolha bastante diversificada. O público também poderá ver a Avenida Paulista enquanto come a sua comida. A praça de alimentação tem vista panorâmica para a via.  

O banheiro é um ponto superpositivo do shopping, o aroma que exala do local é bastante prazeroso e gostoso de sentir. Com a higienização sempre impecável, as privadas e os lavabos também mostram o lado limpo e organizado do shopping.

O local também aceita visitas de cachorros e gatos. Elevadores para quem tem mobilidade reduzida e uma equipe de segurança por todas as partes.

Visitantes passeando pelos corredores do Cidade São Paulo (FOTO: Eduardo Pires)

 SHOPPING PÁTIO PAULISTA

Talvez um dos shoppings mais tradicionais de São Paulo, o Shopping Pátio Paulista não está localizado na Avenida Paulista, e sim na Rua Treze de Maio, n° 1947, bairro da bela Vista. Mas quem passa bem no comecinho da Paulista enxerga o centro comercial com a sua arquitetura irreconhecível, os vitrais com o relógio grande no meio.

Do lado de fora o shopping mostra o lado europeu com ponteiros ponte agudos e os números em algarismo romano. Do lado de dentro bem na entrada, o visitante tem contato com a loja da Apple, ali já dá para ter uma noção que o shopping é ligado mais para o lado das classes A e B. Corredores largos e pisos brilhantes mostram que o shopping é diferenciado em comparação aos outros da capital paulista.

As lojas do complexo também é um ponto positivo para o público daquela região. Arezzo, Bayard, Brooksfield, Buckman, Calvin Klein, Dudalina, Ellus, H. Stern, John John entre outras grifes estão presentes no local.

A livraria Saraiva figura como uma das lojas mais visitadas do shopping, a grande variedade de livros, filmes e DVD’s fazem um dos lugares mais requisitados do local.

A praça de alimentação é um dos pontos mais positivos, com grandes variedades de gastronomia e uma área ampla para a alimentação, o visitante não precisa procurar por muito tempo um lugar para comer a sua refeição.

A praça de alimentação do shopping é espaçosa e bonita (FOTO: Eduardo Pires)

O cinema também o outro lado positivo. O Cinemark é a responsável por fazer o lazer de famílias na hora do filme. A equipe de segurança do shopping também é excelente, todos os corredores têm sempre um agente de segurança para ajudar no que for preciso as pessoas. Elevadores e escadas rolantes facilitam a circulação de pessoas com mobilidade reduzida.


O seu cachorro e gato também são bem-vindos ao shopping. 

O belo shopping Pátio Paulista atrai milhares de visitantes durante a semana (FOTO: Eduardo Pires)

domingo, 30 de abril de 2017

Cinco mudanças que deixaram a Libertadores de 2017 com cara de Liga dos Campeões

Alguns ajustes na competição sul-americana deram uma outra visão para o torneio, deixando mais competitiva e atrativa aos olhos dos clubes e torcedores.

O logo da Libertadores está com cara nova na edição deste ano (FOTO: Internet)

A Libertadores da América sempre foi o sonho de consumo de qualquer clube que vai disputar o torneio. Contratações de jogadores à peso de ouro, planejamento na parte da segurança e logística, venda de bilhetes antecipadamente e marketing fazem os clubes trabalharem para chegar a tão sonhada taça.

De uns anos para cá o torneio nada mudou no seu regulamento, fazendo com que a Libertadores perdesse um pouco do seu brilho e qualidade técnica dos times. Com a entrada dos times mexicanos em 1997, a Libertadores perdeu algumas vagas para os times da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF), levando o desinteresse dos times do México na conquista do torneio, e a participação ficou apenas pelo lucro e bonificação pela ida ao torneio. Isso porque mesmo ganhando a Libertadores, os times mexicanos não poderiam participar do Mundial Interclubes, já que eles têm uma vaga na Liga dos Campeões da CONCACAF.

Passados duas décadas, a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) decidiu excluir os times mexicanos e voltar com as vagas apenas para os times da confederação.

Veja aqui as cinco mudanças radicais que aconteceram na Libertadores:

1-  A primeira mudança de impacto foi a duração do torneio. Até o ano passado, a Libertadores começava em janeiro e acabava em julho. Este ano o torneio começa em 29 de janeiro e a final está marcada para 23 de novembro, ao todo serão dez meses de disputa. A Liga dos Campeões começa em junho de um ano e termina em junho do ano seguinte. No total, são 12 longos meses pela disputa da orelhuda. Na edição de 2016, teve 38 participantes, contando as três vagas para os times mexicanos. Na edição de 2017, o número aumentou para 47 times, mas sem os times do México. As vagas foram distribuídas para os times da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

A competição sul-americana vai durar o ano todo, bom para quem curte e ama a Libertadores (FOTO: Montagem)

2- A segunda mudança significativa na Libertadores 2017 foi o número de fases Pré-Eliminatórias para poder chegar até a fase de grupos. Antes o quarto colocado no campeonato brasileiro se classificava para a Pré-Libertadores e no sorteio pegava um determinado time de algum país, passando por esse time o clube brasileiro já estava na fase de grupos do torneio. Neste ano as coisas estão mais difíceis e duras. Os clubes da América do Sul já começam o torneio na primeira fase da competição, passando pelo adversário, entra na segunda fase, até chegar na terceira e última fase, depois de todo esse martírio, os clubes chegam a fase de grupos. A Liga dos Campeões há anos tem esse formado de disputa, com três fases e os classificados vão para a quarta e última fase, conhecida como “Rodada de Play-Off”, os classificados dessa fase vão aos grupos do torneio europeu.

As fases Pré-Eliminatórias da Libertadores consistem em três fases (FOTO: Montagem)

3- A terceira mudança na competição deste ano beneficia o terceiro colocado dos grupos. Até o ano passado, os times que terminassem atrás dos segundos colocados de cada grupo, automaticamente eram eliminados da Libertadores. Este ano as coisas mudaram para melhor. Os terceiros lugares dão direito aos times de participarem da Copa Sul-Americana de 2017, entrando na segunda fase do torneio. Essa fórmula também foi copiada da Liga dos Campeões. Os times que ficam em terceiro na fase de grupos são automaticamente transferidos para a Liga Europa, a diferença é que os times europeus já entram na fase de grupos da segunda maior competição de clubes da Europa.

Os times com as cores em azul escuro se classificam para as oitavas de final da Libertadores, o time na posição do azul claro se classifica para a Copa Sul-Americana de 2017 (FOTO: Montagem)


4- A quarta mudança na Libertadores de 2017 define os confrontos nas oitavas de final na base do sorteio. Até o ano passado, o melhor time geral da fase de grupos enfrentava o pior time classificado para as oitavas de final. Agora o primeiro colocado geral não enfrenta o 16° colocado geral na fase decisiva, agora o sorteio coloca o futuro adversário pela frente. Essa mudança também se espelha na Liga dos Campeões. Lá os times esperam o sorteio até a semifinal para saberem os seus adversários. 

As oitavas de final da Libertadores agora vão ser no sorteio, agora os times não sabem quem vão enfrentar na fase decisiva como nos anos anteriores (FOTO: Montagem)

5- Não é uma mudança, mas quem vê nas camisas dos times percebe que a CONMEBOL plagiou a competição europeia. Neste ano, os times que disputam a Libertadores e já venceram a competição leva na camisa na parte frontal o distintivo da Taça da Libertadores, e logo abaixo tem o número de quantas vezes o time já foi campeão. Esse item a mais na camisa também é usado nas Liga dos Campeões há anos pelos times que já conquistaram o torneio europeu. 

A camisa do Peñarol mostra as cinco conquistas na Libertadores, o Real Madrid mostra as 11 Champions conquistadas na manga da camisa (FOTO: Montagem) 

sexta-feira, 24 de março de 2017

O maior site de empregos do Brasil vai às de SP gratuitamente para ajudar os desempregados

Catho orienta e ajuda as pessoas a conseguirem uma nova oportunidade de trabalho.

Caminhão da Catho todo personalizado para o atendimento (FOTO: Eduardo Pires)

O ano de 2017 começou e praticamente nada melhorou. Corrupções de grandes empresas, políticos pego em novos escândalos, economia baixa, comércio em queda livre e consequência disso tudo, o desemprego está em alta no país. Com todos estes problemas, o maior site de empregos do Brasil está com um programa para ajudar as pessoas desempregadas a arrumarem um serviço e sair da fase difícil.

O programa “Nalabuta Truck” da Catho, está levando oportunidades de empregos e atividades extracurriculares para quem precisa. Dentro do caminhão acontecem palestras interativas, elaboração e impressão de currículo, orientação de carreira personalizada e mural de vagas da região.

       Mural de vagas oferece diversos serviços (FOTO: Eduardo Pires)

É uma grande saída para aqueles que ainda sonham em conseguir uma recolocação profissional no mercado de trabalho e poder respirar um pouco mais aliviado. O programa fica até o próximo domingo (26). O caminhão está localizado no Largo do Arouche, República, Região Central de São Paulo.

SERVIÇO:

Nalabuta Truck (Catho)

Largo do Arouche, Região Central de São Paulo

Horário de Atendimento das 8h às 18h

O programa ficará até o dia 26/03 no local.