domingo, 30 de abril de 2017

Cinco mudanças que deixaram a Libertadores de 2017 com cara de Liga dos Campeões

Alguns ajustes na competição sul-americana deram uma outra visão para o torneio, deixando mais competitiva e atrativa aos olhos dos clubes e torcedores.

O logo da Libertadores está com cara nova na edição deste ano (FOTO: Internet)

A Libertadores da América sempre foi o sonho de consumo de qualquer clube que vai disputar o torneio. Contratações de jogadores à peso de ouro, planejamento na parte da segurança e logística, venda de bilhetes antecipadamente e marketing fazem os clubes trabalharem para chegar a tão sonhada taça.

De uns anos para cá o torneio nada mudou no seu regulamento, fazendo com que a Libertadores perdesse um pouco do seu brilho e qualidade técnica dos times. Com a entrada dos times mexicanos em 1997, a Libertadores perdeu algumas vagas para os times da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF), levando o desinteresse dos times do México na conquista do torneio, e a participação ficou apenas pelo lucro e bonificação pela ida ao torneio. Isso porque mesmo ganhando a Libertadores, os times mexicanos não poderiam participar do Mundial Interclubes, já que eles têm uma vaga na Liga dos Campeões da CONCACAF.

Passados duas décadas, a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) decidiu excluir os times mexicanos e voltar com as vagas apenas para os times da confederação.

Veja aqui as cinco mudanças radicais que aconteceram na Libertadores:

1-  A primeira mudança de impacto foi a duração do torneio. Até o ano passado, a Libertadores começava em janeiro e acabava em julho. Este ano o torneio começa em 29 de janeiro e a final está marcada para 23 de novembro, ao todo serão dez meses de disputa. A Liga dos Campeões começa em junho de um ano e termina em junho do ano seguinte. No total, são 12 longos meses pela disputa da orelhuda. Na edição de 2016, teve 38 participantes, contando as três vagas para os times mexicanos. Na edição de 2017, o número aumentou para 47 times, mas sem os times do México. As vagas foram distribuídas para os times da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

A competição sul-americana vai durar o ano todo, bom para quem curte e ama a Libertadores (FOTO: Montagem)

2- A segunda mudança significativa na Libertadores 2017 foi o número de fases Pré-Eliminatórias para poder chegar até a fase de grupos. Antes o quarto colocado no campeonato brasileiro se classificava para a Pré-Libertadores e no sorteio pegava um determinado time de algum país, passando por esse time o clube brasileiro já estava na fase de grupos do torneio. Neste ano as coisas estão mais difíceis e duras. Os clubes da América do Sul já começam o torneio na primeira fase da competição, passando pelo adversário, entra na segunda fase, até chegar na terceira e última fase, depois de todo esse martírio, os clubes chegam a fase de grupos. A Liga dos Campeões há anos tem esse formado de disputa, com três fases e os classificados vão para a quarta e última fase, conhecida como “Rodada de Play-Off”, os classificados dessa fase vão aos grupos do torneio europeu.

As fases Pré-Eliminatórias da Libertadores consistem em três fases (FOTO: Montagem)

3- A terceira mudança na competição deste ano beneficia o terceiro colocado dos grupos. Até o ano passado, os times que terminassem atrás dos segundos colocados de cada grupo, automaticamente eram eliminados da Libertadores. Este ano as coisas mudaram para melhor. Os terceiros lugares dão direito aos times de participarem da Copa Sul-Americana de 2017, entrando na segunda fase do torneio. Essa fórmula também foi copiada da Liga dos Campeões. Os times que ficam em terceiro na fase de grupos são automaticamente transferidos para a Liga Europa, a diferença é que os times europeus já entram na fase de grupos da segunda maior competição de clubes da Europa.

Os times com as cores em azul escuro se classificam para as oitavas de final da Libertadores, o time na posição do azul claro se classifica para a Copa Sul-Americana de 2017 (FOTO: Montagem)


4- A quarta mudança na Libertadores de 2017 define os confrontos nas oitavas de final na base do sorteio. Até o ano passado, o melhor time geral da fase de grupos enfrentava o pior time classificado para as oitavas de final. Agora o primeiro colocado geral não enfrenta o 16° colocado geral na fase decisiva, agora o sorteio coloca o futuro adversário pela frente. Essa mudança também se espelha na Liga dos Campeões. Lá os times esperam o sorteio até a semifinal para saberem os seus adversários. 

As oitavas de final da Libertadores agora vão ser no sorteio, agora os times não sabem quem vão enfrentar na fase decisiva como nos anos anteriores (FOTO: Montagem)

5- Não é uma mudança, mas quem vê nas camisas dos times percebe que a CONMEBOL plagiou a competição europeia. Neste ano, os times que disputam a Libertadores e já venceram a competição leva na camisa na parte frontal o distintivo da Taça da Libertadores, e logo abaixo tem o número de quantas vezes o time já foi campeão. Esse item a mais na camisa também é usado nas Liga dos Campeões há anos pelos times que já conquistaram o torneio europeu. 

A camisa do Peñarol mostra as cinco conquistas na Libertadores, o Real Madrid mostra as 11 Champions conquistadas na manga da camisa (FOTO: Montagem) 

sexta-feira, 24 de março de 2017

O maior site de empregos do Brasil vai às de SP gratuitamente para ajudar os desempregados

Catho orienta e ajuda as pessoas a conseguirem uma nova oportunidade de trabalho.

Caminhão da Catho todo personalizado para o atendimento (FOTO: Eduardo Pires)

O ano de 2017 começou e praticamente nada melhorou. Corrupções de grandes empresas, políticos pego em novos escândalos, economia baixa, comércio em queda livre e consequência disso tudo, o desemprego está em alta no país. Com todos estes problemas, o maior site de empregos do Brasil está com um programa para ajudar as pessoas desempregadas a arrumarem um serviço e sair da fase difícil.

O programa “Nalabuta Truck” da Catho, está levando oportunidades de empregos e atividades extracurriculares para quem precisa. Dentro do caminhão acontecem palestras interativas, elaboração e impressão de currículo, orientação de carreira personalizada e mural de vagas da região.

       Mural de vagas oferece diversos serviços (FOTO: Eduardo Pires)

É uma grande saída para aqueles que ainda sonham em conseguir uma recolocação profissional no mercado de trabalho e poder respirar um pouco mais aliviado. O programa fica até o próximo domingo (26). O caminhão está localizado no Largo do Arouche, República, Região Central de São Paulo.

SERVIÇO:

Nalabuta Truck (Catho)

Largo do Arouche, Região Central de São Paulo

Horário de Atendimento das 8h às 18h

O programa ficará até o dia 26/03 no local.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Falta de funcionários faz bilheteria da CPTM ficar inabitada

A compra do bilhete deve ser feita somente na plataforma 1. Passageiros reclamam do descaso.

Bilheteria fechada para a compra dos bilhetes, o motivo é a falta de funcionários no local (FOTO: Eduardo Pires)

Você chega na bilheteria da estação Água Branca (Linha 7 – Rubi) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitano) e encontra fechada. Mas a pessoa vê um aviso em um banner dizendo que a entrada pela plataforma 2 é feita através do cartão BOM, bilhete único ou bilhete da CPTM.

Quem não tem um desses três passaportes, a única alternativa de compra do bilhete é no principal acesso da estação. Mas para chegar até lá, tem que passar pela linha férrea e subir uma rampa. Para quem tem mobilidade reduzida, idosos, gestantes ou pessoas com criança de colo, esse esforço desnecessário pode atrapalhar.

Perguntado do por que dá outra bilheteria estar fechada, um funcionário da companhia relata que há poucos funcionários para operar o segundo guichê. “Está fechado porque a CPTM não contrata funcionários para trabalhar, infelizmente a gente tem que tomar essas providências e acaba prejudicando os passageiros que não tem culpa de nada”. O funcionário não quis ser identificado.

O funcionamento da bilheteria na plataforma 2 ocorre das 15h às 22h. Nos demais horários, a compra deve ser feita pela plataforma 1.

Segundo a assessoria de imprensa da CPTM, o fato da bilheteria não estar funcionando é a baixa demanda de passageiros na estação Água Branca. Cerca de 80% dos passageiros da estação utilizam cartões eletrônicos. Diante dessa mudança de hábito, foi identificado ociosidade na bilheteria da plataforma 2, entre 4h e 15h. Por esse motivo, o guichê é aberto a partir das 15h, quando aumenta a demanda.

Vale lembrar que a CPTM interditou um dos trilhos da linha 7- Rubi por uma semana. A causa foi um deslizamento de terra, o acidente aconteceu no dia 20 de janeiro. Hoje (10) também no período da manhã, o intervalo de trens era de até 20 minutos por causa de uma manutenção no trilho próxima da estação da Luz. 

Avisos alertam que a compra deve ser feita na outra bilheteria (FOTO: Eduardo Pires)