terça-feira, 10 de maio de 2016

A regulamentação do Prefeito Fernando Haddad liberando a circulação do Uber na cidade causa manifesto dos taxistas no Viaduto do Chá

O Viaduto do Chá e a Rua Líbero Badaró, foram palco de manifestação dos taxistas sobre a regulamentação liberando o Uber para circulação na cidade. O Prefeito Fernando Haddad, liberou a circulação pela cidade de São Paulo os carros particulares pretos. Por volta das 14h00, centenas de taxistas estavam na frente da Prefeitura para protestar a decisão do Prefeito, as vias do Viaduto do Chá e a Rua Líbero Badaró ficaram totalmente interditados.

       Viaduto do Chá totalmente interditada (FOTO: Eduardo Pires)


Logo depois do manifesto em frente à Prefeitura, os taxistas foram até Avenida 23 de Maio e 9 de Julho e Interditaram duas das três vias, tanto no sentido Aeroporto de Congonhas quanto no sentido bairro Santana. Depois os taxistas estavam decidindo quem poderia passar pela única via de rolamento e alguns carros pretos foram alvos de chutes, socos e ovos. Os táxis que estavam passando sem passageiro, era obrigado a parar e participar da manifestação.

Outros pontos também tiveram manifestos dos taxistas. Uma via sentido Ayrton Senna da Marginal Tietê, foi interditada com barricada com pneus em chama. Mas não chegou a comprometer o tráfego.

Entenda como funciona o Uber

O Uber é um aplicativo de celular que está no Brasil desde 2014, a pessoa solicita o serviço pelo aparelho móvel e dentro de alguns instantes, o motorista chega até o local do cliente. São duas opções de serviços:

UBER Black: É o serviço mais caro do aplicativo, sendo que todos os carros devem ser pretos e sedan, no máximo três anos de uso, ar-condicionado sempre ligado, água e balas sempre à disposição do cliente gratuitamente. O motorista sempre tem que abrir a porta na entrada e na saída do cliente.

UberX: É o serviço mais barato, os motoristas também são cadastrados pelo aplicativo, e não tem serviços como água e bala nos carros. A diferença nos carros também é notório, não necessariamente precisam ser sedan, um exemplo disso é os carros Crossfox (Volkswagen) e Idea (Fiat).


No Final de cada trajeto, o motorista e o passageiro avalia um ao outro e dá uma nota. Isso serve de referência para os outros passageiros e motoristas, para uma futura escolha de ambos se aceitam ou não o serviço.

Taxistas em frente ao Shopping Light protestando contra a regulamentação do Uber (FOTO: Eduardo Pires)