sábado, 17 de setembro de 2016

Moisés e Mina derrubam Cristóvão Borges e a busca pelo título fica ainda mais próximo

Palmeiras vence derby paulista e mantém liderança do campeonato brasileiro. Já o Corinthians perde o técnico Cristóvão Borges após a derrota

O derby paulista completou 352 jogos neste sábado (17/9) na Arena Corinthians, em Itaquera. Com 125 vitórias para os palmeirenses, 120 vitórias corintianas e 107 empates. Esse é de longe, um dos clássicos mais disputados do mundo.

39.879 pagantes viram a vitória do Palmeiras por 2 a 0 contra o Corinthians. Como era jogo de torcida única, a arena não recebeu os visitantes palmeirenses.

JOGO

O jogo tinha cara de ser pegado e truncado, Palmeiras tentou nos contra-ataques chegar no gol de Cássio. Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, Moisés chutou na zaga, na volta, o volante cabeceou a bola sem chances para o goleiro corintiano. Estava aberto o placar para o líder do campeonato.

O jogo ganhou caras de dramaticidade para os corintianos. Errando passes fáceis e escorregando no campo molhado pela irrigação, o Corinthians não conseguia entrar na defesa do Palmeiras com facilidade. Logo a torcida começou a pegar no pé do técnico Cristóvão Borges, e pedir a entrada do meia atacante Marquinhos Gabriel.

O primeiro tempo o Palmeiras foi absoluto em tudo que fazia, além disso, via o seu rival se atrapalhando com a bola facilmente. Foi desse jeito que acabou o primeiro tempo.

No segundo tempo, o Corinthians entrou com o atacante Romero no lugar do meio campista Lucca. O Palmeiras trocou o volante Gabriel com cartão amarelo, pelo também volante Thiago Santos. A intenção do técnico Cuca era uma, segurar a bola mais no campo de defesa entre o ataque com a força física de Thiago Santos.

Nos dez primeiros minutos do segundo tempo, o time palmeirense teve a chance de aumentar o placar em dois momentos. Aos três minutos o zagueiro Edu Dracena cabeceou rende a trave, assustando os torcedores corintianos. Aos 11 minutos, Cássio fez um verdadeiro milagre no chute à queima roupa de Leandro Pereira.

Aos 15 minutos, Cristóvão percebendo a superioridade do Palmeiras, colocou o Marquinhos Gabriel para dar mais velocidade no ataque. Mas o que aconteceu foi o contrário.

O lateral direito Léo Príncipe colocou a mão na bola, levou o segundo cartão amarelo, e deixou a situação corintiana ainda mais complicada. Para piorar mais a situação, o zagueiro colombiano Mina, fez o segundo do Palmeiras e decretou a vitória palmeirense na arena. Deu tempo para a torcida brigar com a Polícia Militar e aflorar ainda mais os ânimos.


Com a derrota para o Palmeiras, o técnico Cristóvão Borges não resistiu à pressão pelos resultados e acabou sendo demitido. Para o Palmeiras, fica a felicidade de ficar em primeiro lugar do campeonato brasileiro. Amanhã o Flamengo tentará a vitória contra o Figueirense, no Pacaembu, para não se distanciar do Palmeiras.



Times do Corinthians e Palmeiras perfilados antes do início do jogo (FOTO: Eduardo Pires)

Interior da Arena Corinthians (FOTO: Eduardo Pires)

Torcedores do Corinthians cerca o jornalista e candidato à vereador de São Paulo, Chico Lang (FOTO: Eduardo Pires)