terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Cristiano Ronaldo: O espelho para você ir atrás dos seus sonhos

O craque português venceu a pobreza e a falta do pai para se tornar um dos jogadores mais premiados e ricos do mundo.

Cristiano Ronaldo sendo premiado pela FIFA como o melhor jogador de futebol no ano de 2016 (FOTO: Agence France-Presse)

O ser humano nasce, cresce, vive e morre. Isso é um ciclo natural de cada pessoa que habita a Terra.

Desde pequenos, a gente sabe que na vida sobrevivem aqueles que lutam diariamente pelos seus sonhos, correto? Um exemplo disso é o Cristiano Ronaldo. A persistência, garra, luta, foco, força e superação, fazem dele um diferencial para nós mesmos.

É fácil ver o que ele conquistou e ainda vai conquistar na sua vida. Aos 31 anos, CR7 como é chamado pela mídia, possui uma “pequena” fortuna de R$ 747 milhões, carros luxuosos, mansões pelo mundo, lojas de grife que leva o seu nome entre outras conquistas que só ele possui.

Mas na infância não foi nada fácil. Com pai alcoólatra, o craque nunca chegou a conhecer o seu genitor. A mãe, Maria Dolores dos Santos Aveiros, foi a responsável por ensinar, educar e cuidar do pequeno Cristiano, nome dado por causa do ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, onde a dona Maria era fã.

Cristiano tinha um dom, dom este que levaria ele a chegar em um patamar dos deuses do futebol. No começo da carreira mirim, ele passou por clubes de sua terra natal: Andorinha, Nacional da Madeira, ambos localizados na Ilha da Madeira, em Portugal, até chegar no grande Sporting Lisboa.

Com dedicação aos treinamentos e humildade, Cristiano logo se transferiu para o gigante da Inglaterra, o Manchester United, em 2003. Na época com 18 anos, um moleque ainda, ele vestia a camisa 28 em uma apresentação oficial junto com o brasileiro e pentacampeão, Kléberson. Ali, o português não passava de mais uma contratação normal pelos olhos da mídia.

Com o tempo, a contratação normal virou máquinas de gols e dribles. A cada dia, Cristiano conquistava a cidade de Manchester e também o mundo. Com toda essa mídia em cima e atenção dos telespectadores pelo mundo, acabou chamando o interesse do gigante madrileno, o Real Madrid.

O mundo viu, Portugal viu, a Ilha da Madeira viu, o Estádio Santiago Bernabéu observou, a apresentação do português. Mais de 80 mil torcedores foram até o local para recepcionar o jogador. Com estilo de arrogante, medido e individualista, Cristiano Ronaldo cresceu ainda mais.

Ele é o primeiro e o último a sair dos treinos, determinação e foco em seus afazeres fazem ele ter um rendimento impecável. Nas férias, quem disse que ele vai para as “gandaias”? Ele curte as mulheres em seus iates e festas pelo mundo afora. Mas ele sempre está na academia aprimorando o seu condicionamento físico. Por isso é o jogador mais completo do mundo: cabeceia, potência do chute, pênalti com perfeição, falta com maestria, jogador de elenco e também treinador nas horas que precisam dele.

Mesmo ele olhando para trás e ver que já conquistou de tudo (bateu recordes, títulos individuais e pelos clubes, gols, assistências e de solidariedade). Cristiano é o jogador que mais ajuda no mundo, são milhões e milhões de euros distribuídos em ações filantrópicas pelo Planeta. Sempre ajudando o mais necessitado.


Quando você querer se espelhar em alguém, se espelha no Cristiano como uma pessoa que correu, lutou e teve as suas conquistas em cima do seu suor. 

Apresentação do brasileiro Kléberson e Cristiano Ronaldo, ao lado do ex-técnico, Fergunson, em 2003. (FOTO: Darren Staples/Reuters)